Estudo revela preocupação do brasileiro com segurança e limpeza de produtos frescos

A quinta pesquisa sobre o consumo de FLV organizada pela PMA, entidade que representa o setor de flores, frutas, legumes e verduras, mostra que os impactos da pandemia Covid-19 nos hábitos de consumo de produtos frescos se mantêm constante depois do pico de março, quando começou o confinamento social.

Entre os resultados da pesquisa, 58% dos entrevistados estão comprando mais vegetais frescos e 56% mais frutas.

O prazo de validade continua sendo a principal barreira para a compra de mais produtos frescos (73% dos entrevistados prestam mais atenção à validade dos produtos). Essa preocupação está relacionada à redução da frequência das idas ao supermercado e também a questões financeiras. Não há margem para desperdícios e o dinheiro está mais curto (38% dos entrevistados mencionou ter problemas financeiros).

Sobre preocupação com a segurança e a limpeza de produtos frescos, 79% dos entrevistados manifestaram que alimento seguro faz a diferença no ato da compra e 54% preferem comprar produtos embalados.

A pesquisa foi realizada entre os dias 26 a 29 de maio/2020, com 500 entrevistados no Brasil, maiores de 18 anos que são os principais compradores de alimentos / bebidas ou compartilham as responsabilidades de compra de alimentos e bebidas com outra pessoa e são responsáveis por pelo menos metade das compras de alimentos e bebidas.

Por: Mercado & Consumo

By